(69) 9 8411-5301 ou (69) 9 8408-8023 (Whatsapp)

A chapa “Marielle Vive” venceu as eleições do Centro Acadêmico do curso de Serviço Social da Faculdade da Amazônia-FAMA. O pleito ocorreu dia 22 de abril, com chapa única. Foram, no total, 17 votos – 15 para a chapa eleita e dois nulos.

A gestão é composta pelos (as) estudantes Robert Martins (presidente); Analice Lizi (segunda secretária) Talita Dálete (tesoureira); e Paula Rafaela (primeira secretária). De acordo com a diretoria este é o único Centro Acadêmico de Serviço Social em atividade em Rondônia.

O CA tem como lema “Nossa voz, nossa força” e será empossado dia 06 de maio para o mandato de um ano de duração – 2019/2 até 2020/2.

Veja a Carta Proposta da representação estudantil:

 

CARTA PROPOSTA

 

C.A.S.S. MARIELLE VIVE

 

Escolhemos esse nome para a chapa, pois pretendemos tornar nossas propostas concretas e políticas ligadas a reflexão ideológica, trazendo sempre a lógica do valor humano. Marielle Franco dizia que “ocupar a política é fundamental para reduzir as desigualdades que nos cercam”, e o C.A é uma forma política dentro da academia, e com isso conquistando uma forma de amadurecimento favorecendo a práxis da profissão, a fim de conquistar avanços para todos os acadêmicos do curso. Marille foi guerreira e nos inspira todos os dias. Marielle Franco é mulher, negra, mãe e cria da favela da Maré. Socióloga com mestrado em Administração Pública. Foi eleita Vereadora da Câmara do Rio de Janeiro pelo PSOL, com 46.502 votos. Foi também Presidente da Comissão da Mulher da Câmara. No dia 14/03/2018 foi assassinada em um atentado ao carro onde estava. 13 Tiros atingiram o veículo, matando também o motorista Anderson Pedro Gomes. Quem mandou matar Marielle mal podia imaginar que ela era semente, e que milhões de Marielles em todo mundo se levantariam no dia seguinte. Marielle se formou pela PUC-Rio, e fez mestrado em Administração Pública pela Universidade Federal Fluminense (UFF). Sua dissertação teve como tema: “UPP: a redução da favela a três letras”.

Nossas propostas visam uma educação de qualidade, aumentando a participação em inúmeros espaços que apontem à melhoria na sociedade, assim como nas campanhas dos movimentos sociais, que em sua essência busquem romper com o conservadorismo e as opressões presentes no cotidiano, almejando uma sociedade cada vez mais igualitária e justa.

PROPOSTAS

  • Criação de redes sociais, visando assim buscar uma melhor forma de divulgação das informações referentes ao curso. Criação de um mural no corredor do serviço social, para as comunicações do
  • Apoio técnico à realização de festas que não divergem aos nossos princípios e que não tenham um caráter
  • Busca por um maior contato e apoio aos movimentos sociais que estão de acordo com os nossos princípios e que visem a garantia e acessibilidade dos direitos
  • Cobrar e fiscalizar a construção de um espaço apropriado dentro do campus para os grupos de extensão.
  • Cine Mov: Propomos a realização do CINE MOV periodicamente, assim como palestras e/ou oficinas. Para fomentar temas que estão em foco na sociedade e/ou na nossa
  • Realizar políticas financeiras, para elevar o número de estudantes, para os eventos referentes à formação profissional e política.
  • Trabalhar alternativas para captação de